Fluoxetina emagrece?

Descubra qual o real efeito deste remédio tão querido das pessoas que querem começar o regime

por Redação SHAPE
03/12/2010

Você sabe o que é e para que serve a fluoxetina? Apesar de ser receitado para muitas pessoas que estão em busca de perder peso por métodos mais rápidos e com pouco exercício, pode trazer sérios problemas. A nutróloga Paula Cabral, da Clínica Hagla, responde as dúvidas sobre a substância.

SHAPE: O que é a fluoxetina?

Paula Cabral: É um medicamento antidepressivo que age na recaptação da serotonina, neurotransmissor responsável pelo humor, sensação de bem-estar.

S: Em quais casos ela é recomendada?

PC: Apesar de alguns profissionais da saúde indicarem o remédio para a perda de peso, sua função não é esta. Ele é indicado para uso em depressão moderada à grave, transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e bulimia nervosa.

S: Ela realmente ajuda a emagrecer?

PC: Não, a fluoxetina não emagrece. Ela não tem ação nos centros da fome, melhora o humor, otimismo e, na maioria dos casos, é eficaz para controlar a ansiedade, depressão e qualidade do sono – situações que, geralmente, estão relacionadas ao ganho de peso. No entanto, a dieta continua sendo fundamental para redução e manutenção do peso.

S: Quais são os efeitos colaterais e os riscos?

PC: O uso diário poder trazer causar desde xerostomia (secura da boca), hiperprolactinemia (excesso de prolactina – hormônio que produz o leite) até comportamentos maníacos ou psicóticos em indivíduos predispostos. Confusão mental, ideias de suicídio, sangramento vaginal, são alguns outros efeitos gerados pelo medicamento. Além de insônia, sonolência, ansiedade, nervosismo, fadiga, anorexia, náuseas, diarréia, tremores e perda de libido. Por isso, se a fluoxetina for apresentada como uma opção para seu processo de redução de peso, busque outras opiniões médicas, questione e avalie se, realmente, você precisa deste tipo de medicamento. Dieta e atividade física são sempre as opções mais saudáveis para emagrecer.